Como calcular a quantidade de caixas de som para seu ambiente?

Tempo de leitura: 8 minutos

Vai sonorizar um evento e precisa saber quantos Watts RMS por m²? Descubra tudo sobre cálculo de caixa de som e tire suas dúvidas!

Quem lida com sonorização de ambientes para eventos, reuniões ou mesmo cultos geralmente tem uma dúvida em comum: como fazer o cálculo de caixa de som?

Afinal, é preciso que o som ambiente seja alto e claro o suficiente para chegar a todos os cantos, mas também agradável e confortável de ouvir.

A questão é que isso não depende apenas do equipamento em si, mas também da quantidade e da forma como as caixas são distribuídas pelo ambiente.

Assim, sabendo calcular quantos Watts Rms por m², a potência som ambiente e calcular caixa de som é possível fazer um projeto na medida certa, otimizando seu equipamento e até economizando na instalação.

Então vem com a Audio Prime saber tudo sobre o assunto e se preparar para fazer a sonorização perfeita do seu próximo evento!

Aproveite e confira nosso site para cálculo de som ambiente.

Cálculo de caixa de som, como fazer?

Em casa o som ambiente oferece mais conforto e prazer no dia a dia, no comércio ele é a complementação perfeita das vendas ou de uma ocasião especial.

O cálculo de som para igrejas, por exemplo, assim como o uso da caixa de som para ambiente fechado ou a potência de som para 200 pessoas tem lá seus segredos – e são eles que você vai conhecer agora.

Claro, afinal, apesar de ser uma sonorização para muitas pessoas, as características são diferentes.

Justamente por isso é preciso começar traçando um perfil do seu evento para saber como fazer o cálculo de caixa de som correto. Para isso, faça uma lista e procure responder essas perguntas:

  • Como é o espaço? O pé direito é alto ou baixo, há materiais que melhoram a acústica do ambiente, como tapetes, cortinas, etc, ou as paredes estão nuas? Há tapetes e cortinas, muitos móveis que provoquem reverberação? Há muitas portas e janelas?
  • Haverá ruídos internos e/ou externos? No horário haverá carros passando, som de buzinas, ou a rua estará calma ou o local é protegido, mais isolado? De que forma esses sons poderão impactar a qualidade da sua sonorização?
  • Qual o tipo de som que deverá ser instalado? Residencial, para os moradores, amigos e familiares ou comercial, para um público específico?
  • Qual o volume máximo que você espera obter e qual o tipo de som? Será preciso subwoofer para incrementar os graves?

Fazendo o cálculo de caixa de som

Essas perguntas servem para ter uma ideia do perfil de som necessário, mas também de como as caixas de som vão se comportar no ambiente em relação ao espaço e suas características.

A forma como calcular som para igreja, por exemplo, geralmente leva em conta caixas de som para ambiente fechado. Por isso, será diferente do cálculo de som para ambiente de festa de casamento a céu aberto.

O ideal mesmo é chamar um especialista em sonorização, já que um profissional é sempre a pessoa mais indicada para resolver a questão.

De qualquer forma, há um comparativo que pode ajudar o cálculo de caixa de som.

De um modo geral, a dica é: dimensione 1 caixa de som para ambientes de até 12m² e pé direito de 2,5m. Com 4m de pé direito, 1 caixa já consegue sonorizar até 25m² (sendo ideal no máximo 18m²). E para espaços maiores, com pé direito de 6 metros, você pode utilizar 1 caixa de som para a mesma área.

Será que tem um tipo ideal de caixa de som?

No meio dessas dicas, uma pergunta frequente é se há um tipo de caixa de som ideal. Na verdade, as mais potentes costumam ser as do tipo torre, seguidas pelas bookshelf.

Contudo, se você está fazendo a sonorização de um evento, pode ser que esteja usando caixas multiuso profissionais. Já para um som ambiente residencial fixo, as caixas de embutir são as mais comuns.

Mas não esqueça: se as caixas precisarem ficar ao ar livre, há modelos específicos que podem pegar sol e chuva, que são as outdoor. Elas são blindadas de forma a serem resistentes às intempéries.

Como calcular a potência

Na real, o cálculo da potência som ambiente é super importante para calcular caixa de som. Para simplificar, vamos dividir entre ambientes corporativos e residenciais.


Cálculo de caixa de som para ambientes corporativos

Nos ambientes corporativos geralmente são utilizadas múltiplas caixas de som em sequência.

A previsão, então, é de 2 W a 10 W por caixa de som. Isso, mesmo que a caixa de som tenha muita potência (30 W – 60 W – 100 W), porque o mínimo para suprir a caixa de som é 2 W.

Então esse cálculo é feito com a seguinte fórmula:

  • Quantidade de caixas pretendidas: 12 caixas de embutir de 25 W (8 Ohms);
  • Potência saída do amplificador: 35 W (exemplo Slim 1000 app);
  • Potência saída do amplificador / quantidade de caixas.

Ou seja, 35/12 = 2,9 W por caixa de som

Cálculo de caixa de som para ambientes residenciais

Alinhar expectativa e resultado é o mais difícil na hora do cálculo de som para ambiente residencial.

Isso acontece porque há muita variedade entre os fabricantes e as linhas por causa da qualidade do material empregado na produção da caixa de som.

Então uma caixa pode ter uma potência admissível de 120 W, mas ter uma qualidade pior do que uma caixa de 60 W.

Por causa disso, costuma-se usar uma regra básica para ambientes residenciais, que é um mínimo de 25 W por caixa de som para obter um som ambiente agradável, em uma opção de sonorização conservadora, digamos assim.

Isso significa um amplificador de 100 W (como um slim 2000 app), com 4 caixas de som de 100 W (8 Ohms), drenando pelo menos 25 W para cada caixa de som.

Ou seja, 100 W divididos pelas 4 caixas = 25 W para cada caixa.

Já se a ideia for ousar um pouco mais, é possível aproximar – e até dobrar – a potência de saída com a potência de caixas de som.

Veja como fica a relação de potência de amplificação e de potência drenada para a caixa de som:

  • Amplificador de 100 W e 1 caixa de som de 50 W;
  • Amplificador de 120 W e 2 caixas de 100 W;
  • Amplificador de 200 W e 4 caixas de 50 W;
  • Amplificador de 240 W e 4 caixas de 60 W;
  • Amplificador de 400 W e 4 caixas de 120 W;
  • Amplificador de 480 W e 16 caixas de 60 W.

Cuidado com os cálculos

Porém cuidado com os cálculos. Isso não significa que se a caixa de som tem 120 W e as 4 juntas ficam com 480 W, que você precisa de um amplificador de 480 W.

Então na hora de calcular potência som ambiente, fique ligado. Os 120 W de potência de uma caixa de som são a potência admissível e não a potência de trabalho.

Assim, um mínimo de 30 W por caixa de som, com correto dimensionamento de cabos, é mais do que suficiente para sonorização de um ambiente residencial com qualidade.

Atente para as diferenças entre os amplificadores

Outro ponto importante é que a diferença entre os amplificadores usados em ambientes corporativos/comerciais e residenciais também influencia no cálculo de caixa de som.

Nos espaços comerciais, por exemplo, geralmente a potência necessária é baixa, mas será dividida entre muitas caixas. Por isso, se o amplificador não for o adequado a eficiência da sonorização será comprometida.

Já nos espaços residenciais o amplificador costuma ter potência intermediária, feito para ser usado com duas caixas de som.

É preciso ficar atento para escolher o equipamento certo. Para ajudar você a Audio Prime preparou uma Tabela Comparativa de Amplificadores que pode ser baixada gratuitamente.

É importante ficar atualizado com as tecnologias disponíveis nos amplificadores para obter o melhor resultado. Hoje você encontra equipamentos com entrada para computador, entrada óptica para conectar Smart TV, controle remoto, wi-fi, Bluetooth, USB, etc.

Não esqueça: contar com a ajuda de um profissional especializado é sempre a melhor forma de dimensionar exatamente quantos Watts RMS por m², o cálculo de caixa de som ou a potência de som para 200 pessoas, por exemplo.

Ficou com dúvidas, precisa de ajuda? Pode contar com a Audio Prime! Entre em contato com a gente pelo WhatsApp e traga o seu projeto!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.