Review completo receiver Yamaha RX-A880 | AUDIO PRIME

Tempo de leitura: 5 minutos

Além de conhecer um dos receivers mais completos do mercado, nesse review você vai entender melhor como comparar os equipamentos!

Hoje a Audio Prime vai fazer um review do receiver Yamaha RX-A880, um equipamento robusto, que permite várias composições e praticamente tudo o que temos hoje em termos de som ambiente.

Você também vai entender um pouco mais sobre o que levar em conta na hora de comparar os receivers Yamaha e decidir qual o melhor para você! Então vem com a gente em mais um review da Audio Prime!

Como entender a página de descrição do receiver Yamaha

Essa é uma dúvida recorrente dos clientes da Audio Prime, então nós vamos pegar como exemplo o descritivo do RX-A880. Vamos explicar detalhadamente cada característica apresentada para você entender mais sobre esse equipamento e também ajudar você com os outros.

Basicamente, logo no início há a descrição do modelo, no caso o Aventage, que é a linha top da Yamaha, e os canais com os quais opera. Aqui, apesar de originalmente serem 7.2 canais, como o receiver é de uma linha superior tem algumas features extras que permitem outras composições.

Depois você vai ver informações sobre as frequências de operação do receiver. São muitos dados técnicos, mas não se assuste. Basicamente, você deve se ater a qual é a menor potência fornecida pelo equipamento. Assim, na comparação com outros modelos fica mais fácil saber qual é o mais potente.

Há ainda informações sobre o uso de alto-falantes surround sem fio Yamaha; sobre a otimização YPAO que é o sistema de calibração automático da marca com medição multiponto; e sobre a tecnologia anti ressonância ART, que torna o equipamento menos sensível a ruídos externos e interferências eletromagnéticas.

No descritivo você também encontra as tecnologias multiroom e MusicCast, que permitem adicionar outros equipamentos, que serão espelhados no smartphone; o serviço integrado de streaming de música com várias interfaces; as 7 entradas e 2 saídas de HDMI, e ainda a entrada phono, que é usada para reprodução de discos de vinil.

Como é o receiver Yamaha RX-A880

O receiver chega bem protegido em embalagem reforçada, acompanhado pelo cabo de força. É bom lembrar que quando o equipamento é legalizado, a tomada do cabo de força já chega no padrão brasileiro.

Acompanha ainda o manual de quick start, antenas AM/FM com pilhas e um controle remoto completo, no qual merece destaque a facilidade de controle da zona 2 através de chave.

Outro recurso que também chama a atenção é a função Party (“Festa”), bastante interessante em um equipamento multi zona. Ela faz com que todas as caixas de som toquem o mesmo som da zona principal, unificando os ambientes.

Conhecendo o painel frontal

O painel frontal em alumínio apresenta dois controles principais: Input, para selecionar o som, e o Volume, acompanhado da tecla Pré Direct, que desliga todos os recursos de vídeo para entregar um som mais puro, com alta fidelidade.

O painel tem ainda um controle frontal bem intuitivo, com rádio, zona 2 e sintonia, além de botões de cena, replicados no controle remoto, que acionam automaticamente a operação em TV, CD, rádio, etc. Você pode deixar na formatação padrão de fábrica ou na configuração que quiser gravar.

Uma portinha frontal abriga outras funções disponíveis, como a entrada do microfone YPAO para calibração, a do fone de ouvido, de áudio auxiliar, etc.

Traseira robusta permite várias possibilidades

Já o painel o traseiro é bem robusto. É sempre bom lembrar que, comparativamente, os modelos superiores têm mais entradas e algumas saídas, ainda que basicamente apresentem as mesmas funções. Já os modelos anteriores têm menos entradas e nem todas as funções.

O painel traseiro apresenta saída trigger de automação de 12v, função remote (extensor de controle remoto para comando através de infravermelho), duas entradas ópticas, entrada AV, entrada de vídeo composto, entrada phono/terra, entrada de áudio aux e de antena AM/FM. Todas são endereçáveis para as conexões HDMI.

Há ainda saídas pré out, para sistemas de grande porte, endereçando o som de cada canal para uma potência separada mais forte, como um amplificador.

O painel apresenta ainda 2 saídas de subwoofer, saída 2 out para expansão do sistema, 2 antenas (wi-fi e Bluetooth), 2 saídas HDMI (sendo a principal com ARC), as 3 primeiras entradas principais e mais 4 HDMI tradicionais para fazerem as outras entradas.

Na parte de conexão de alto-falantes, o painel traseiro traz as entradas de surround, caixa de som central, as caixas frontais e ainda saídas surround back e zona 2.

Conclusão

Como esse é um receiver com muitas funções e possibilidades – pode ser trabalhado como 3.1.2, 5.1 + zona 2, 5.1.2 + zona 2, por exemplo – é um equipamento que permite praticamente tudo o que há hoje em sistema de som. Para facilitar, o próprio manual indica qual a ligação mais adequada de acordo com a sua demanda.

Com essas informações, além de conhecer melhor o receiver Yamaha RX-A880, você fica mais hábil a fazer comparações para escolher seu equipamento.

Quer saber mais, ficou alguma dúvida? Afinal, esse é um equipamento bastante complexo. Se tiver alguma pergunta pode falar com a gente aqui pelos comentários ou nos chamar pelo Whatsapp

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.