O que é eARC e como ele impacta no seu sistema audiovisual

Tempo de leitura: 3 minutos

Também está curioso para saber o que é o eARC e como ele vai impactar seu sistema audiovisual? Então vem que aqui você vai saber tudo sobre o assunto!

O assunto que não quer calar é também o tema de hoje da Audio Prime: mas afinal, o que é esse tal de eARC? Essa tem sido a pergunta mais frequente de quem já estava decidido a comprar um home theater e se deparou com a novidade.

Como a gente está sempre procurando chegar na frente com as inovações mais quentes do mercado, aqui você vai saber tudo o que é preciso sobre esse upgrade sensacional no mundo do audiovisual!

Afinal, o que é o eARC?

Na verdade o eARC já tem alguns meses no mercado, mas é só agora que ele começa a impactar realmente os sistemas. Essa evolução do Audio Return Channel (ARC), proporciona maior largura de banda na transmissão do retorno de áudio para a TV.

Essa é realmente uma grande evolução, porque havia um verdadeiro gargalo ocasionado pela qualidade crescente com que os vídeos dos canais de streaming chegavam à TV, e a comparativamente pequena largura de banda na transmissão para o receiver ou soundbar.

Dessa forma, não havia nenhum cabo que conseguisse fazer essa extração de áudio com a qualidade oferecida, problema solucionado com o eARC.

Na prática, o que o eARC faz é habilitar a transmissão de áudio na TV pelo cabo HDMI de codecs como Dolby True HD, Dolby Atmos, DTS-HD Master Audio e DTS-X.

Hoje, o cabo óptico ou o ARC normal possibilitam apenas áudio 5.0 ou estéreo nos serviços de streaming.

Como fica a transição para o eARC

Se você está se perguntando se de cara vai ter que trocar todos os cabos do seu sistema a resposta é não. Essa troca pode ser gradual, porque, apesar de que o eARC provavelmente vir como default da versão do cabo HDMI 2.1, a princípio ele será compatível com o cabo HDMI 2.0 na sua versão High Speed with Ethernet – que, por sua vez, corresponde à maioria dos cabos HDMI de 9 pinos.

TV

Agora se você está em dúvida se uma TV ARC funcionará com um receiver eARC, o Instituto HDMI diz que ou as televisões já estão preparadas para funcionar com eARC, ainda que não haja indicação escrita disso no aparelho, ou haverá uma atualização de firmware do próprio fabricante para habilitar o sistema para a transmissão.

A Smart TV Nano Cell da LG, por exemplo, é uma TV que já está vindo de fábrica preparada e com a sigla escrita no aparelho.

De forma geral, a TV ARC funciona com um receiver eARC desde que o cabo seja o HDMI 2.0 com o selo High Speed with Ethernet. Mas é sempre melhor conferir a compatibilidade com o fabricante da TV já que, a princípio, o ARC não está definido para ser compatível com o eARC.

Receiver

Em relação aos receivers, alguns já estão trazendo a nomenclatura ARC/eARC na saída HDMI out – mas com o passar do tempo provavelmente trarão apenas eARC.

Não é o caso do seu? Acabou de comprar um receiver ou não quer desistir de comprar aquele Yamaha 585? Não tem problema, porque todos os fabricantes já estão lançando atualizações de firmware para eARC.

A própria Yamaha, por exemplo, já disponibiliza o recurso desde o primeiro semestre de 2019. Os Denon novos, por outro lado, já estão vindo de fábrica adaptados para eARC.

É sempre bom frisar que uma TV eARC não deve funcionar com um receiver ARC. Isso acontece porque é o receiver que vai descriptografar o sinal, então se ele não tiver o codec de leitura incorporado não vai dar certo.

Conclusão

A expectativa é que em breve receivers e soundbars eARC já estejam fartamente inseridos no mercado, provendo uma qualidade muito melhor de som.

Assim, será possível assistir a um streaming como a Netflix com qualidade 4K e áudio em 7 ou mais canais em Dolby Atmos, por exemplo.

Quer saber mais, ficou alguma dúvida? Conta para a gente aqui nos comentários e aproveite para saber mais sobre como funciona o Dolby Atmos!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.