Qual a diferença entre caixa de som torre, bookshelf e de embutir

Tempo de leitura: 4 minutos

Indeciso para escolher a caixa de som? Veja como se comportam as torres, bookshelfs e de embutir!

Torre, bookshelf e de embutir: você sabe a diferença entre esses três tipos de caixas de som? Essa é uma pergunta comum de clientes e amigos da Audio Prime.

Só que hoje nós não vamos tentar dizer qual a melhor, mas explicar como cada uma funciona para você ter mais embasamento para fazer a sua escolha! Vem comigo!

Qual a melhor para o seu projeto?

O primeiro ponto é entender qual delas deve ser a melhor para o seu projeto. Quando falamos em caixa de som torre, por exemplo, estamos falando também de um custo um pouco maior de investimento.

A caixa de som torre geralmente tem uma construção em três vias, ou seja, circuitos separados para médios, graves e agudos.

Já a maioria das bookshelfs, aquela que é menor e se assemelha a um livro, é de duas vias (médio e agudo em um circuito e os graves em outro). Há algumas em três vias, mas é menos comum.

Por outro lado, as caixas de som de embutir podem ser encontradas em duas, três e até uma via, mas as boas caixas frontais costumam ser em duas vias.

Qual a melhor situação para cada uma?

Assim, quem busca uma caixa de som torre procura mais robustez no sistema, com mais graves. Por isso, se não houver utilização de subwoofer, mas um estéreo com um par de caixas, as torres são as mais indicadas.

Mas se não há necessidade de tanta robustez sonora no sistema, nem tanto grave nas caixas de som frontais, as caixas de som bookshelfs atendem bem à demanda.

Aliás, é mais justo comparar as caixas torres com as bookshelfs. Por exemplo, em uma comparação hipotética entre caixas de som da mesma faixa de preço, mesmo fabricante, mesma linha, para a Audio Prime a melhor seria a torre.

Ela é a que tem a construção mais robusta, geralmente é a que tem os melhores materiais, e melhor ainda se for uma caixa com três vias, tornando melhor a definição em cada faixa de frequência.

No entanto, nem a torre nem a bookshelf vai tocar na mesma linha de uma de embutir, que tem outra composição e também está em outra posição. Mesmo com todo o esforço dos fabricantes para reduzir essa diferença em relação aos outros dois tipos.

Escolha deve levar em conta a expectativa

Ainda assim, hoje praticamente 90% dos home theaters vendidos pela Audio Prime correspondem a sistemas com caixas de som de embutir.

Basicamente esse é um reflexo de tendência de mercado por ambientes mais clean, salas mais integradas e sem espaço para caixas de som torres ou bookshelfs em cima do móvel.

Por isso, a melhor caixa deve corresponder à sua expectativa. Se a intenção é ter um som mais pesado, com mais grave e presença sonora, aliados a um visual mais agressivo, em espaço grande e com orçamento folgado, a caixa de som torre é a ideal.

Por outro lado, seguindo a linha de pensamento do maior para o menor, a bookshelf é praticamente uma torre reduzida, uma solução para ocupar menos espaço.

Para ser assim, geralmente a capacidade do grave é um pouco reduzida, mas a caixa continua entregando um resultado bem parecido, principalmente se forem caixas de mesma linha, atendendo com o mesmo conjunto eletromagnético, mesmo tweeter e muitas vezes até com a mesma bitola do alto-falante.

Linha inferior de caixa torre x linha superior de bookshelf: qual a melhor?

Nesse caso a dúvida é tão grande que provavelmente só a sensibilidade pessoal vai definir. A escolha pessoal do especialista da Audio Prime, no entanto, seria a bookshelf, com mais fidelidade sonora, buscando compensar alguns atributos com um bom subgrave, na composição da sala ou na acústica, por exemplo.

Caixa de embutir, quando usar?

A caixa de embutir surgiu da otimização dos ambientes, uma saída comercial para atender esteticamente à determinados padrões de decoração e arquitetura.

Esse tipo adequa diversos sistemas aos ambientes de forma invisível. Há caixas de som de embutir de duas ou três vias de excelente qualidade, de níveis diferentes, mas sempre tentando reproduzir o melhor de uma caixa bookshelf ou torre.

Fazendo mais uma comparação, se pegarmos uma caixa de entrada bookshelf e uma de qualidade superior, mas de embutir, na opinião da Audio Prime a escolha recairia sobre a de embutir, dando preferência a volumes mais baixos, porém com melhor fidelidade.

Esperamos ter ajudado você a se decidir!

E você o que prefere? Um som com mais impacto ou com mais fidelidade? Conta para a gente aqui nos comentários, e já sabe: qualquer dúvida fala conosco pelo Whatsapp que teremos o maior prazer em prestar a orientação necessária!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.