Casamento de Impedância – Não faça isso no seu Som Ambiente

Tempo de leitura: 3 minutos

Cuidado com o casamento de impedância! Fique ligado nessa dica da Audio Prime e nunca mais corra risco de queimar seu equipamento!

Não está acertando no casamento de impedância do seu som? Então fique ligado nesse conteúdo, aqui a Audio Prime vai dar uma dica técnica para você nunca mais errar na hora de fazer a instalação entre o amplificador ou receiver e as caixas de som. Vem com a gente e boa leitura!

Entendendo a impedância mínima do aparelho

Quando você olha na parte traseira de um amplificador ou receiver, vai ver escrito impedância 6 Ohms 80 watts, por exemplo. Isso significa que esse aparelho tem uma impedância mínima de trabalho em 6 Ohms.

E aí que você deve ter cuidado. Você pode queimar o equipamento sempre que usar caixas de som ou associações de série paralelas com menos impedância do que o mínimo indicado.

No caso do exemplo citado acima, você tem 6 Ohms de impedância mínima em 80 watts. Será que é possível ligar uma caixa de som de 8 Ohms? Claro, sem problema nenhum, já que estará trabalhando até mesmo com uma certa folga, fazendo com que o receiver funcione muito bem.

Como fica a ligação em paralelo

Mas se ligar as mesmas duas caixas de som em paralelo, onde a impedância de 8 Ohms em cada caixa vai baixar para 4 Ohms, aí sim há problema. Afinal, a impedância final é menor do que a indicada na traseira do receiver, que é de 6 ohms.

E o que vai acontecer? Em volume baixo até funciona, mas se aumentar o volume e/ou falar ao microfone, o sistema vai superaquecer. Em equipamentos mais sofisticados, o sistema de proteção vai desarmar, nos mais simples a saída do amplificador ou do receiver vai queimar.

Como fica na ligação em série

Agora, se essas mesmas duas caixas de som de 8 Ohms forem ligadas em série elas terão a impedância elevada para 16 Ohms – e poderão ser ligadas na saída do receiver de 6 Ohms sem problema.

O que pode acontecer é que se a impedância for muito alta em relação ao receiver, a potência direcionada para a caixa de som pode acabar sendo menor do que a que você espera. No entanto, não há risco de queimar o receiver que estará trabalhando com bastante folga.

Conclusão

De forma geral, então, se a saída do amplificador é de 4 Ohms, o máximo que pode ser usado são duas caixas de 8 Ohms em paralelo ou fazer várias associações série paralelo para não queimar o equipamento.

Assim, essa dica serve para tudo: a soma do casamento de impedância de todas as caixas de som nunca pode ser menor, tem que ser no mínimo igual à impedância do amplificador, receiver ou módulo. Essa regra é universal.

Com essa dica você nunca mais vai errar no casamento de impedância do seu som ambiente!

E você, já teve dificuldade ou equipamento queimado por causa do casamento de impedância feito errado? Conte para a gente a sua experiência e continue recebendo dicas incríveis como essa acompanhando nossos conteúdos!

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.