O que é uma Caixa de Som Bookshelf? Review Completo da caixa AAT Rakt BSF-70

Tempo de leitura: 4 minutos

Quer saber o que é uma caixa bookshelf? Nesse review da BSF-70 da AAT você vai entender tudo sobre o assunto!

Na hora de escolher as melhores caixas de som muita gente ainda tem dúvida. Normal, afinal são vários os modelos disponíveis no mercado. Por isso, hoje a Audio Prime vai falar sobre as caixas de som Bookshelfs – o que são, para o que servem e muito mais, tudo nesse review da AAT Rakt BSF-70. Aqui você vai aprender sobre o assunto e ficar mais preparado para fazer a sua escolha!

 

Veja o review da BSF-70 da AAT e entenda mais sobre as caixas Bookshelfs

Uma caixa de som Bookshelf tem esse nome porque geralmente seu tamanho é parecido com o de um livro. O conjunto da BSF-70, por exemplo, é estéreo, com caixas de som left e right, feitas para serem frontais. Na mesma linha de produto, há ainda a caixa de som central e um modelo BSF-100 que é um pouco melhor.

Tecnicamente, a caixa BSF-70 da AAT tem 50 watts rms e potência musical de 70 w – o que significa bastante potência para um equipamento que tem um alto-falante de 5¼.

A caixa tem ainda cone do woofer produzido em Kevlar, material que além de ultra resistente costuma puxar um grave mais aveludado, e tweeter de 1” com domo de seda. Cada caixa pesa 3,9 Kg.

Um detalhe bastante interessante na visão da Audio Prime é a fixação da tela por ímãs internos, o que demonstra bastante cuidado no desenvolvimento do equipamento.

Assim, basta aproximar a tela frontal e ela já se fixa de forma bastante segura e fácil.

O acabamento fica perfeito e bastante bonito, apesar de a própria Audio Prime achar o visual com os alto-falantes aparentes mais agressivo e bacana.

Além disso, a caixa BSF-70 da AAT é do tipo bass reflex, ou seja, tem um duto de respiro que forma um grave um pouco mais impactante.

 

Configurações para montar um sistema com caixas da linha BSF da AAT

Há várias configurações para quem quer montar um sistema de som utilizando a linha de caixas de som BSF-70 ou 100 da AAT.

A primeira delas é trabalhar com um amplificador ou receiver estéreo 2.0. Aqui, já que não tem subwoofer, a recomendação da Audio Prime é utilizar a BSF-100, que por ser um pouco maior, possui um grave mais consistente.

Outra configuração é usar como um estéreo 2.1, geralmente em uma sala menor, com duas caixas de som e um subwoofer no chão.

A forma mais recomendada pela Audio Prime, no entanto, é como um home theater 5.1: caixa de som da esquerda, caixa de som da direita, uma caixa central, e as duas surrounds que podem ser outro conjunto BSF-70 ou com caixas de som no teto, mais o subwoofer.

Assim, esse é o conjunto perfeito para montar um sistema de som com caixas Bookshelfs.

 

Conheça as caixas de som para home theater

A grosso modo, há vários tipos de caixas de som para a montagem de um home theater:

  • Caixas de som  torres – São as as mais potentes e que possuem melhor grave e qualidade de som;
  • Bookshelfs – Geralmente têm construção semelhante à da BSF-70, um pouco mais compridas em virtude do peso. Também costumam ter tecnologia bass reflex, que faz uma otimização dos graves. São caixas de som inspiradas nas torres, mas produzidas para quem precisa de um design um pouco menos agressivo;
  • Caixas de som de embutir – As caixas de som que podem ser 100% embutidas ficaram bastante populares nos últimos tempos, principalmente pelo seu design e pouca interferência na decoração.

Essa ordem apresentada das caixas de som também tem a ver com a qualidade do produto. Por exemplo, se pegarmos três equipamentos com condições iguais, a caixa de som torre terá melhor performance, sempre tocando melhor do que uma bookshelf e do que uma caixa de embutir.

Por isso, a recomendação da Audio Prime é: se você pode ter um visual um pouco mais agressivo na sala, com mais interferência no projeto arquitetônico, as caixas de som da AAT BSF-70 ou 100 são escolhas que devem ser consideradas para ter uma boa qualidade de som.

Fique ligado: nos sistemas Dolby Atmos, com caixas de som no teto para aumentar a verticalidade da imersão, o conjunto com três caixas de som frontais BSF-70, duas caixas de som no teto e duas surrounds compõe um sistema muito bem dimensionado.

 

Conclusão:

A BSF-70 da AAT é um produto muito bem acabado, com boa qualidade e boa potência musical. A caixa de som tem 1 ano de garantia, mas é o tipo de equipamento que dura a vida toda.

Ficou alguma dúvida, quer saber mais alguma coisa? Procura a gente que a Audio Prime vai ajudar você a montar o seu sistema de som!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.