Qual o melhor receiver Yamaha – Diferenças RX-V385, RX-V485, RX-V585, RX-V685

Tempo de leitura: 5 minutos

Na dúvida sobre qual o melhor receiver comprar? Veja as principais diferenças entre os modelos de entrada da Yamaha e acerte na sua escolha.

Na hora de montar seu som ambiente ou home theater é comum surgirem várias dúvidas. Afinal, são vários produtos bem parecidos – com particularidades que muitas vezes passam despercebidas para o consumidor.

A questão é que são justamente esses detalhes que fazem um ou outro ser melhor para cada caso. Pensando em ajudar você a tomar a melhor decisão, a Audio Prime vai fazer agora um overview entre os receiver Yamaha da linha de entrada.

Vem com a gente e descubra qual o melhor receiver Yamaha: RX-V385, RX-V485, RX-V585 ou RX-V685!

Yamaha do Brasil garante produtos e assistência técnica

Você sabia que os receivers mais vendidos pela Yamaha são justamente as versões de entrada da marca? O melhor é que nós, brasileiros, acabamos tendo uma super vantagem tendo a Yamaha do Brasil como revenda direta do Japão.

Graças a isso, todos os produtos já são nacionalizados, ajustados para as normas brasileiras de transmissão de energia elétrica, assim como seus plugs, e os receivers já são bivolt.

No entanto, a melhor parte disso tudo é que os produtos Yamaha têm garantia de fábrica e assistência técnica aqui no Brasil, ou seja, o consumidor pode comprar os receivers Yamaha sem medo de dor de cabeça se ocorrer algum problema.

Diferenças práticas que influenciam a escolha do receiver

Para a Audio Prime, as diferenças práticas são o que realmente devem influenciar diretamente na tomada de decisão entre um ou outro modelo de receiver da Yamaha.

São elas, também, que justificam as diferenças de preços entre os vários modelos – variação que pode chegar a milhares de reais. Por isso, preste atenção nas características de cada um para fazer a melhor escolha.

  • Receiver Yamaha RX- V385

O V385 é um receiver básico, 5.1, de entrada, apenas com Bluetooth. O produto é ideal para quem não abre mão de ter um sistema de som 5.1 gastando pouco.

O receiver V385 tem quatro entradas e uma saída, mas é bom lembrar que a ideia desse conteúdo de hoje não é falar sobre esse tipo de detalhe. Como informações sobre a quantidade de entradas ou de watts por canal são bem fáceis de serem encontradas, queremos hoje mostrar as diferenças de funcionalidades de cada modelo.

Dessa forma, basicamente, o que o V385 faz é justamente isso: enviar arquivos de música via Bluetooth – e só.

  • Receiver Yamaha RX-V485

O V485 tem duas principais diferenças em relação ao V385. A primeira delas é que ele já tem rede incorporada, que permite enviar áudio via Air Play através do aplicativo da Yamaha para quem tem iPhone, acesso às atualizações do receiver. Essa vantagem dá uma mobilidade a mais para o equipamento.

A segunda diferença também super interessante: a possibilidade de fazer uma zona B de áudio – ainda que você tenha que abrir mão de ter um 5.1 em prol dessa zona B.

Isso significa que com o V485 é possível ter um 3.1 na sala principal, geralmente com caixas central, esquerda e direita e o subwoofer, e colocar dois alto-falantes em uma segunda área.

Ou seja, com o V485 você tem duas ótimas opções. Ou utiliza o aparelho como 5.1 com acesso à rede ou sonoriza dois ambientes da sua casa com um custo realmente baixo.

  • Receiver Yamaha RX-V585

Esse é o queridinho da Audio Prime. O V585 é o que nós mais vendemos, em grande parte devido ao seu grau de mobilidade. O receiver tem mais entradas, tem todos os codecs, é conectado na internet e faz muito bem o 5.1 ou um 7.1 com a zona B de sonorização.

Como é isso: com o aparelho é possível fazer um 5.1 em um home theater com todo o envolvimento necessário e ainda fazer a sonorização de um segundo ambiente expandindo o som da primeira zona.

O V585 é aquele receiver ideal para quem não abre mão de ter um home theater 5.1 e ainda ter um segundo ambiente sonorizado – mas é também o primeiro receiver na linha da Yamaha passível de fazer um ambiente até 7.2, já com quatro surrounds, aceitando até dois subwoofers.

  • Receiver Yamaha RX-V685

O V685 é o receiver mais tecnológico da linha de entrada da Yamaha, abrindo um grande leque de possibilidades. Super versátil, ele possibilita sistema 5.1 ou 7.1 e até ter um som ambiente com duas caixas e expandir a imagem da zona 1 para a zona 2. Esse receiver tem também mais entradas do que os anteriores e mais tecnologia para as interligações necessárias.

No entanto, ele é especialmente vantajoso para ter um ambiente principal com som 5.1 ou 7.1 e na segunda zona uma TV escrava da primeira e um som ambiente com um som diferente ou integrado à primeira zona.

Uma peculiaridade desse receiver que a Audio Prime acha sensacional é que você consegue montar no seu primeiro ambiente um 7.1 ou 7.2 e, no segundo ambiente deixar instaladas duas caixas de som.

Só que, como é um receiver de 7 canais inteligente: na hora que a segunda zona de áudio é ligada, ele desativa duas caixas do seu ambiente principal.

Isso é muito bom porque possibilita que você tenha a melhor imersão de áudio no ambiente principal, com todas as caixas que ele suporta em funcionamento simultâneo.

No entanto, quando for solicitado um som ambiente na segunda zona, seja de forma integrada ou independente, ele mesmo desliga duas caixas na primeira zona remanejando a potência para o equipamento que já está instalado na segunda.

Fora tudo isso, é bom lembrar que o V685 ainda faz a expansão de imagem, ou seja, o espelhamento da imagem HDMI através da saída HDMI II.

Mas não esqueça: A Audio Prime é uma revenda autorizada da Yamaha e faz questão de apoiar sempre o comércio legal da compra e venda de equipamentos de som.

Agora que você já conhece as principais diferenças entre os quatro principais receivers da linha de entrada da Yamaha, fica muito mais fácil fazer a tomada certa de decisão.

Ficou alguma dúvida, quer saber mais sobre os receivers da Yamaha? Venha conversar com os especialistas da Audio Prime e continue acompanhando nossos posts!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.